foto 1

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga em seu portal (www.portaldaindustria.com.br) no domingo (26), logo após o resultado das eleições presidenciais, 42 infográficos sobre dez temas com as principais propostas do setor industrial para aumentar a competitividade do país nos próximos quatro anos.

A indústria sabe que, para colocar todas as propostas em prática, há muito trabalho pela frente e tempo para que as sugestões sejam debatidas e validadas com o Congresso Nacional e o presidente eleito. Por isso, definiu três prioridades para entrar na agenda em 2015: a agenda tributária, a modernização das leis trabalhistas e o aumento dos investimentos em infraestrutura.

Na agenda tributária, a prioridade é o fim da cumulatividade e a desoneração dos investimentos e das exportações. A modernização trabalhista deve priorizar a regulamentação da terceirização e a valorização das negociações coletivas. Em infraestrutura, as sugestões passam pelo fortalecimento das agências reguladoras, por maior eficiência na gestão dos projetos, criação de um março regulatório para o gás natural e aumento da participação do setor privado por meio de concessões e parcerias público-privadas.

“É fundamental que o Brasil atue sobre os principais obstáculos que hoje fazem com que a indústria brasileira perca a capacidade de competir no mercado doméstico e internacional. O governo tem que estar bem estruturado, se organizar, ter objetivos bem definidos e uma agenda que possa cumprir ao longo desses quatro anos”, diz o diretor de Políticas e Estratégia da CNI, José Augusto Fernandes.

PROPOSTAS DA INDÚSTRIA – Planejados para facilitar o acesso e compreensão de todas as propostas da indústria, os infográficos apresentam, de forma didática e atraente, um resumo com os principais dados e sugestões de cada um dos 42 estudos organizados pela CNI, feitos com a ajuda de líderes empresariais, especialistas e representantes das associações e federações da indústria. Os estudos compõem o documento Propostas da Indústria para as Eleições 2014.

Todas as propostas foram construídas com base nas diretrizes do Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022, que estabelece as ações necessárias para fazer o Brasil crescer mais e melhor na década. Assim como o Mapa, as propostas aos presidenciáveis são divididas em dez fatores-chave: educação; ambiente macroeconômico; eficiência do Estado; segurança jurídica e burocracia; desenvolvimento de mercados; relações de trabalho; financiamento; infraestrutura; tributação; inovação e produtividade.

Os infográficos estarão disponíveis na página: http://www.portaldaindustria.com.br/cni/canal/eleicoes2014-home/

Fonte: CNI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *