escassez-produtos-venezuela
Vários exportadores brasileiros levaram calote dos venezuelanos (Fonte: Reprodução/libertar.in)

Após presidente Nicolás Maduro decretar estado de emergência, importadores encontram dificuldades de pagar por produtos brasileiros

Um levantamento aponta que a decisão do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, de decretar “estado de emergência na economia” impactará várias empresas brasileiras que terão um prejuízo de pelo menos US$ 6 bilhões.

De acordo com o coordenador do MBA de Relações Internacionais da Fundação Getulio Vargas, Oliver Stuenkel, a crise no país vizinho tem dificultado os pagamentos dos importadores venezuelanos às empresas brasileiras, que recebiam valores de contratos firmados ainda em janeiro do ano passado, antes da entrada em vigor do estado de emergência. Dessa forma, vários exportadores brasileiros levaram calote dos importadores venezuelanos.

Diante isso, o fluxo comercial vem reduzindo e atingiu seu pior nível desde 2003. O comércio entre os dois países, que chegou a movimentar pouco mais de US$ 6 bilhões em seu auge, em 2012, caiu para US$ 1,69 bilhão em 2016.

“Com o estado de emergência e o colapso da economia venezuelana, os importadores de lá não têm como pagar as empresas brasileiras. Houve uma tentativa de quitar alguns pagamentos, mas a maior parte da dívida não foi paga. O resultado é que muitas companhias simplesmente deixaram de vender para o país vizinho por medo de não receber”, disse Stuenkel, em entrevista ao jornal Globo.

Segundo especialistas, uma das soluções encontradas para aqueles que ainda exportam para a Venezuela tem sido exigir pagamento adiantado. “Basicamente, as empresas têm exportado alimentos, nesse novo contexto de crise, e recebido antecipado ou à vista”, afirma o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro.

A dívida dos importadores venezuelanos é reflexo da economia em declínio do país, que vem passando por quedas seguidas. Em 2016, o quarto ano consecutivo de recessão, o país encolheu mais de 10%. Com isso, as exportações brasileiras para lá despencaram 57%, chegando a US$ 1,2 bilhão.

Um setor que reduziu bastante suas vendas foi o de carnes brasileiras. Em 2016, a Venezuela importou 75,7% a menos de carne bovina, 58% menos frangos e 14% menos suínos. A importação de celulares brasileiros também encolheu.

Sendo assim, a Venezuela, que já foi o quinto principal destino dos produtos brasileiros em 2009, hoje ocupa a 38ª posição no comércio brasileiro.

Opinião & Noticia

Fontes:
O Globo-Venezuela deve quase US$ 6 bi a empresas brasileiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *